PROMOÇÂO

Remoção, Retificação e Instalação de motores em até 8 X no cartão sem entrada e sem juros.

quinta-feira, 20 de abril de 2017

Brunimento dos Cilindros do Motor FPT Euro V

(Brunidora de Cilindro Eletro-Hidráulica)


O processo de brunimento consiste na usinagem feita por abrasivos com o curso e rotação equilibrados, para formar o ângulo do raio correto, estipulado para cada tipo de motor.
As ranhuras formadas pelo brunimento, que também são feitas na fabricação do motor, servem na contenção do óleo lubrificante para a câmara de combustão.
Portanto quando o "brunimento" já está gasto, feito de maneira indevida ou feita sem o maquinário correto, o óleo do motor passa a queimar junto com o combustível gerando fumaças brancas, também pode retornar compressão passando pelos cilindros e formando pressão no carter, provocando o vazamento de óleo nas partes vedadas com juntas e retentores. Em situações mais graves chega a "molhar" as velas e falhar a queima de combustível.


(Vídeo do Processo de Brunimento do Motor FPT Euro V)

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Mandrilamento de Mancais VW Boxer a Ar

O motor VW Boxer refrigerado a ar feito em liga de alumínio e antimônio ou alumínio e magnésio, possui alto nível de desgaste em seus mancais durante seu funcionamento ao passar dos anos, sendo que a liga de magnésio desgasta menos que a de antimônio, gerando perda de pressão de óleo no motor e travamento do motor.


 (Carcaça do motor VW Boxer a AR - Fechado)

(Mancais VW Boxer a Ar - Aberto)
 (Mancal VW Boxer a Ar)

Assim entra o processo de mandrilamento dos mancais, que consiste em abrir os diâmetros dos alojamentos para as suas sobre-medidas (0,25; 0,50; 0,75; 1,00; 1,50; 2,00; 2,50; 3,00; 3,50 e 4,00mm), de acordo com os desgastes e desalinhamentos medidos por um súbito com o relógio comparador.
(Carcaça do motor VW Boxer a Ar na Mandriladora)

video
(Processo de Mandrilamento - VW Boxer a Ar)

(Mancais após mandrilamento - VW Boxer a Ar - Aberto)

(Mancal mandrilado - VW Boxer a Ar - Aberto)

segunda-feira, 15 de agosto de 2016

Usinagem e Montagem do Motor Vortec V6 4.3 dm³

O motor Vortec V6 4.3cm³ é comumente usado em empilhadeiras e em veículos de carga, pertencendo a GM, ele pode ir em diversas maquinas de variadas montadoras.
Empilhadeiras: Daewoo, Hyster, Mitsubishi, Yale, Clark, Cartepilar...
Veículos: S10, Blazer, Silverado, GMC Sierra...
O motor a seguir foi totalmente usinado, passando pelos testes para detecção dos defeitos, sendo mandrilado os mancais do bloco, retificado os cilindros, embuchando e mandrilado o alojamento do eixo do comando de válvulas, retificado os munhões e moentes do eixo virabrequim, retificado as bielas e retificado os dois cabeçotes.
Em seguida foi feita a ajustagem das folgas axiais e radiais dos componentes do motor com a montagem destes com peças novas.


Motor Vortec 4.3 V6 - Vista a partir do volante - Traseira

Motor Vortec 4.3 V6 - Vista a partir da polia - Frontal 
Motor Vortec 4.3 V6 - Vista lateral Esquerda

Motor Vortec 4.3 V6  - Vista em Perspectiva

Motor Vortec 4.3 V6  - Vista em Perspectiva

Motor Vortec 4.3 V6  - Vista em Perspectiva

Motor Vortec 4.3 V6  - Embalado pra entrega.


segunda-feira, 13 de junho de 2016

Mercedes CDI413 Sprinter, Retificado

A usinagem de um motor, consiste em vários processos, desde testes para análise dos problemas a serem reparados até a ajustagem e montagem do motor.
Por isso é necessário que esse serviço seja feito por profissionais capacitados, com maquinário e equipamentos de alta qualidade e atualizados de acordo com a demanda do mercado.

Motor Mercedes CDI413 retificado e em processo de ajustagem e montagem pela Usinart Retífica de motores.

 (Vista inferior, bloco já ajustado)


 (Vista de projeção dos pistões nas câmaras de combustão)


(Vista superior, sistema DOHC do motor)


(Vista lateral do motor em fase de montagem)


(Vista frontal do motor em fase montagem)


 
 (Vista traseira  do motor em fase de montagem)


(Motor em fase de montagem)

terça-feira, 10 de maio de 2016

O que seria "Pino prensado" e "Pino Flutuante"?

O pino "prensado" é fixado na biela por interferência. A forma mais comum de montá-los é aquecendo a biela e resfriando o pino, para isso é necessário equipamentos apropriados, para determinar a temperatura a adequada.
Assim o pino torna-se fixo na biela e móvel no pistão.

(Alojamento do pino de munhão, "prensado", na biela)


(Pistão montado por interferência, pressão, na biela)


Já o pino flutuante, trabalha em biela embuchadas, centralizado através argolas (travas de pistão), tornando-se móvel tanto na biela, quanto no pistão.


(Alojamento do pino de munhão flutuante, com bucha)

(Pistão montado com argolas, "travas", na biela)

segunda-feira, 2 de maio de 2016

Defeitos Causados nas Bielas

A biela tem a importante função de transmitir forças, no caso do motor a combustão, ela transfere o movimento retilíneo dos pistões, em movimento circular para o eixo virabrequim.
Ela consiste em sua parte inferior o mancal do moente do eixo virabrequim, e em sua parte superior o alojamento do pino de munhão do pistão.

As bielas podem sofrer vários tipos de defeitos e por vários motivos, tais como:
  • Empeno: quando ocorre travamento no eixo virabrequim (explicação em Danos no Eixo Virabrequim) ou quando ocorre calço hidráulico que consiste em líquidos infiltrados dentro da câmara de explosão, como água, excessos de óleo e combustível.
(Biela empenada por calço hidráulico)
  • Fusão de Bronzinas nas Bielas: Ocorre por deficiência de lubrificação nos moentes do virabrequim, elevando a temperatura a ponto de derreter as bronzinas e encrustá-las no mancal da biela.
(Biela com bronzina encrustada no mancal)
  • Folgas nas Buchas: Causadas por desgastes de uso do motor ou quando ocorre impacto do pistão no cabeçote, (levando em consideração que nem toda biela possui bucha).
  • Desgaste no alojamento das bronzinas: Ocorre quando o motor funciona com folga excessiva entre bronzinas e moentes do eixo virabrequim.
(Mancal da biela desgastado por folgas excessivas)
  • Folgas no Alojamento do Pino e/ou Bucha: Os pinos de munhão das bielas podem ser fixados de duas maneiras, por argolas (pinos flutuantes) ou por pressão (pinos fixos nas bielas). Quando o alojamento onde trabalha o pino de munhão na biela é danificado ou perde a interferência, esta não deve ser reutilizada.

quarta-feira, 27 de abril de 2016

Danos no Eixo Virabrequim


Olá, pessoal.
O eixo virabrequim, ou árvore de manivelas, é responsável pelo envio de força, torque, para o sistema de transmissão, por meio das explosões provenientes nas câmaras de combustão, essa força é transmitida pelos pistões e biela até chegar na árvore de manivelas.
Quando o mecânico diagnosticar que o motor do seu veículo está "batendo", "serrando" ou com baixa pressão de óleo, uma das principais causas pode ser o eixo virabrequim danificado.
Quando o eixo apresentar desgastes, arranhões causados por impurezas, ovalizações, conicidades e/ou desgaste no encosto, ele deve ser retificado.

 (Moente do Virabrequim desgastado por lubrificação insuficiente)



(Desgaste no encosto devido a esforço severo da embreagem no eixo virabrequim)